Notícias > Museu do Imigrante recebe exposição sobre os 30 anos da Thapyoka em Timbó

06/06/2018

Localizada desde 1988 bem no coração da cidade de Timbó, como parte integrante do Complexo Turístico Jardim do Imigrante, a Thapyoka Restaurante e Choperia, Bar e Boate, completa no mês de junho 30 anos de atuação. Para comemorar as três décadas de grandes momentos de um dos mais tradicionais pontos de eventos do Vale do Itajaí, o Museu do Imigrante recebe a partir deste sábado, dia 09, a exposição “Thapyoka, 30 anos de história”.

Fotos de alguns dos grandes momentos da boate e da choperia, bem como equipamentos antigos e outros artigos que ajudam a remontar a trajetória da Thapyoka em Timbó fazem parte da exposição. “Estarão expostos itens que compõem a história do local, desde o surgimento da boate, sensação no início da década de 1990, à choperia que é referência na região, procurada por turistas o ano todo", explicou Jorge Ferreira, presidente da Fundação Cultural de Timbó.  De acordo com Ferreira, esta é uma data especial também para o município, já que a Thapyoka acompanhou o desenvolvimento econômico de Timbó, além de preservar a memória da cidade, em edifícios históricos.

A exposição “Thapyoka, 30 anos de história” ficará aberta para visitação até dia 1º de julho, e os ingressos irão custar R$ 2,00. O Museu do Imigrante está localizado na Avenida Getúlio Vargas, 211,Centro, Timbó, e o horário de atendimento é de terça a domingo, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. Mais informações no telefone: (47) 3382-9458, ou no e-mail: museudoimigrante@culturatimbo.com.br

A Thapyoka

Criada em 1988, a Thapyoka nasceu como bar e boate no antigo prédio da fecularia dos Lorenz, responsável por parte do desenvolvimento de Timbó. Ainda jovem, a casa é uma sensação no Vale do Itajaí, sendo conhecida pela sua badalação e grandes atrações que a faziam encher de assíduos frequentadores e turistas em noite de grandes shows e festas.

Em 1998, dez anos depois do surgimento, começam os trabalhos para a ocupação do outro prédio pertencente ao antigo complexo dos Germer, então de propriedade da empresa Papelão Timbó. A casa enxaimel ganha novos ares e a represa, utilizada nos tempos antigos para o controle das águas e a movimentação da atafona, ganha também uma ponte interligando os dois espaços, sendo inaugurada em 2000.

Consolidada como um importante centro de encontros e gastronômicos, bem como marco de um novo ponto turístico de Timbó e do Vale, a Thapyoka volta a ousar em 2014, quando vence o processo licitatório de exploração do espaço da antiga Expresso, o prédio do Biergarten na Praça Hercílio Luz, em Blumenau. Lá, a Thapyoka abre sua filial, dando nova vida a um dos pontos históricos mais importantes da cidade-jardim.

Assessoria de Comunicação

Colaboração: André Luiz Bonomini

Arte: Divulgação/PMT

Notícias Recentes > Fundação Cultural de Timbó