Entre os dias 21 e 22 de janeiro, a cidade de Timbó enfrentou uma enchente, que atingiu diretamente mais de mil pessoas e, para auxiliá-las, a Prefeitura de Timbó criou o Grupo Integrado de Ações Coordenadas de Defesa Civil (GRAC).

Como forma de prevenção a futuros eventos climáticos como esse, o Samae, a Defesa Civil e o Conselho Municipal do Meio Ambiente (Comdema) estão unidos para fazer a implantação de um sistema de monitoramento de nível dos rios. “Esse sistema será controlado por telemetria, dando acesso aos níveis dos rios em tempo real. Isso também nos ajuda a criar um banco de dados com as informações históricas”, explica o diretor de Manutenção do Samae, Diego Zatelli.

Até o momento, já foram implantados novos pluviômetros para monitoramento das chuvas em quatro bairros de Timbó.

Samae recolhe mais de 20 toneladas de móveis e eletrodomésticos

No decorrer desta semana, cerca de 22 toneladas de móveis e eletrodomésticos foram recolhidas pelo Samae Timbó em diversas residências do município. Os itens, descartados pelas famílias devido à enchente, foram entregues ao Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (Cimvi), que dará a destinação correta a cada um.

Diego também destaca que o Samae integrou a equipe do GRAC, ficando responsável por guardar os móveis que muitas famílias trouxeram, evitando que fossem danificados pelas cheias. “Também durante esse período, nossas equipes ficaram à disposição da Defesa Civil para auxiliar em outras questões”, complementa o diretor.

 

Assessora: Aline Brehmer/Ascom PMT

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here