Zelando pela segurança da população que usa a ponte pênsil na divisa de Timbó com Indaial, a Prefeitura de Timbó, por meio da Secretaria de Planejamento, decidiu na tarde de hoje interditá-la.

De acordo com Rodrigo Becker, engenheiro civil e diretor do Departamento de Planejamento e Urbanismo da Prefeitura de Timbó, o piso de madeira da ponte apresenta diversas tábuas com fixação comprometida, o que pode causar um acidente grave com seus usuários, a maioria motociclistas, ciclistas e pedestres. Além disso vários buracos já se formaram no piso por causa das tábuas podres.

Becker disse ainda que em 25 de agosto do ano passado a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, que responsável pela ponte, foi oficializada do problema, mas não tomou nenhuma providência até o momento. “No dia 25 de agosto de 2020 chegou até nós o protocolo de recebimento do ofício, mas nada foi feito”. Ele lembrou ainda que a reforma da ponte pênsil foi realizada em meados de 2018 pelo Estado e que ela ainda deve estar na garantia. “A previsão para reestabelecer o uso da ponte está condicionado à execução dos reparos necessários por parte do Estado”, salientou o engenheiro.

 

Assessor: Sócrates Prado/Ascom PMT

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here