A Secretaria de Saúde, através da sua Vigilância Epidemiológica, explica que a população timboense não precisa tomar a vacina contra a febre amarela, somente nos seguintes casos: crianças de 9 meses a 10 meses (10 meses e 29 dias) porque fazem parte do calendário vacinal e viajantes para áreas com recomendação de vacinação (informações sobre os municípios com recomendação no site www.dive.sc.gov.br).

Em Timbó, a vacina está disponível na Unidade de Saúde Solidária, localizada na Rua Luiz Adam, Bairro Capitais. Para receber a vacina é indispensável levar a carteira de vacinação. Ainda segundo a Vigilância Epidemiológica, quem não deve fazer a vacina são crianças menores de 6 meses de idade, gestantes, mulheres que estão amamentando crianças até 6 meses de idade, portadores de doenças com imunodepressão e em tratamento com corticoides; e pessoas com idade acima de 60 anos precisam de avaliação médica para fazer a vacina.

O alerta surgiu após boatos de que Timbó teria registrado um caso de febre amarela. Mas de acordo com a Vigilância Epidemiológica, o município de Timbó não faz parte da área endêmica de Febre Amarela, por isso a população não precisa ser vacinada. Timbó registrou apenas um caso suspeito de febre amarela de uma pessoa que viajou para uma área endêmica. A pessoa passa bem e já voltou às suas atividades normais, enquanto é aguardo o resultado oficial dos exames. Uma dose da vacina contra a Febre Amarela protege para a vida toda. Os viajantes devem tomar a vacina no mínimo 10 dias antes da viagem.

 

O que é a febre amarela?

É uma doença infecciosa febril aguda, causada por um mosquito, que pode levar à morte em cerca de uma semana, se não for tratada rapidamente. Na Febre Amarela silvestre, os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes transmitem o vírus e os macacos são os principais hospedeiros; nessa situação, os casos humanos ocorrem quando uma pessoa não vacinada adentra uma área silvestre e é picada por mosquito contaminado, portanto o macaco NÃO transmite a Febre Amarela. Na Febre Amarela urbana o vírus é transmitido pelos mosquitos Aedes aegyptii ao homem, mas esta não é registrada no Brasil desde 1942.

Quais os sintomas da Febre Amarela?

Os sintomas iniciais incluem febre de início súbito calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20-50% das pessoas que desenvolvem doença grave podem morrer.

Como os viajantes devem se proteger da Febre Amarela?

Além da vacina, outras formas de proteção é fazer uso do repelente, proteger a máxima extensão da pele com calça e blusa de manga comprida e não frequentar áreas de mata.

Assessoria de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here