É com o clima quente e úmido que ele costuma se proliferar. A Vigilância Sanitária de Timbó está atenta e diariamente realiza vistorias de armadilhas e dos locais mais propícios à criação do mosquito Aedes Aegypti, como cemitérios e terrenos baldios. As larvas encontradas nesses ambientes são encaminhadas ao Lacen para análise. O trabalho também é realizado com a ajuda da população, que informa um local de possível foco para inspeção.

Este ano em Timbó foram contabilizamos oito focos do mosquito até a presente data. Os focos foram encontrados nos bairros Araponguinhas, Fritz Lorenz, Nações, Pomeranos e Padre Martinho Stein. Porém, não há registros no município de nenhuma das doenças que o mosquito transmite: dengue, chikungunya, zika e febre amarela.

O alerta à população e para que ela elimine qualquer lugar com água parada, que serve de criadouro do mosquito. A Semana de Mobilização Contra o Aedes Aegypti acontece de 30 de novembro a 5 de dezembro. Em caso de dúvida, buscar por informações no Serviço de Vigilância Sanitária, através do telefone 3380-7254.

Abaixo veja s as principais ações para eliminar o mosquito:

  • Mantenha a caixa d’água bem fechada e coloque uma tela no ladrão.
  • Piscinas devem ser cobertas, mantidas sempre limpas e tratadas com cloro semanalmente.
  • Caso quiser guardar garrafas de vidro ou plástico, mantê-las sempre com a boca para baixo.
  • Mantenha bem tampados tonéis e barris de água.
  • Jogar no lixo todo o objeto que possa acumular água.
  • Não jogar lixo em terrenos baldios.
  • Não deixe a água da chuva, acumular sobre a laje e calhas.
  • Retire a água e lave com sabão a bandeja externa da geladeira.
  • Tampe os ralos e deixe a tampa do vaso sanitário fechada.
  • Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com frequência.
  • Mantenha o saco de lixo bem fechado e fora do alcance de animais até o recolhimento pelo serviço de coleta.
  • Lave a vasilha de água de seus animais semanalmente.
  • Observar diariamente vasos de plantas.
  • Faça furos nos pneus velhos para evitar o acúmulo de água e mantenha-os em locais cobertos. Ou então, entregue em locais de reciclagem.

Assessor: Sócrates Prado/Ascom PMT

Arte: Waldemar Neto/Ascom PMT

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here