A Black Friday, famosa data com promoções significativas, está chegando e é preciso estar atento para tentativas de simulações de preços e golpes. Por isso, o Procon de Timbó já está a postos atuando na fiscalização e garantindo os direitos do consumidor timboense.

“Estamos há três meses fazendo o levantamento de preços nos comércios do município, para ser possível ter um parâmetro sobre a prática da ‘metade do dobro’, quando preços promocionais, na verdade, sofreram um aumento antecedente a Black Friday para ser aplicado o desconto”, explica o coordenador do Procon Timbó, Osvaldo Brodwolf.

Nesta segunda-feira, dia 22 de novembro, já estiveram em comércios de Timbó. O serviço será intensificado ainda mais na sexta-feira, dia 26, quando os profissionais do Procon estarão nas ruas fiscalizando os preços e orientando os consumidores. Caso verifiquem alguma irregularidade na prática de preços será feito o auto de infração. O consumidor que tiver alguma dúvida, pode entrar em contato com o Procon, no telefone 47 3399-0574

Dicas

O Procon Timbó preparou algumas dicas que o consumidor deve estar atento durante a Black Friday:

  1. Pesquisa de Preço

Realize uma pesquisa de preço nos produtos que deseja adquirir em outros estabelecimentos e lojas (on-line ou não). Verifique se o preço está de acordo com o apresentado no mercado.

Há ferramentas, como o site Zoom (www.zoom.com.br), onde é possível pesquisar o produto e o seu histórico de preços,  verificando se houve algum aumento no valor nos dias antecedentes a Black Friday.

  1. Qualidade

Se o desconto for muito alto, certifique-se de que as peças colocadas à venda não são de mostruário (que geralmente possuem alguns defeitos), obsoletas ou apresentam qualquer tipo de problema ou característica que reduza o seu valor.

  1. Estabelecimento

Um cuidado importante, principalmente com compras pela internet, é com relação a idoneidade e confiabilidade da loja. Consulte e verifique a reputação da loja, até mesmo sua existência real. Isso que pode ser feito em portais on-line, como o Reclame Aqui e no site consumidor.gov. Verifique se a loja possui endereço físico, número de CNPJ, informações de contato e canais de relacionamento com o consumidor. Caso não tenha, pode ser considerado arriscado comprar qualquer coisa ali.

Fique atento nos comentários na página do produto que quer adquirir.  Lá terão várias experiências de outras pessoas que já adquiriram o produto.

Imprima as páginas com a oferta do produto, suas características e informações sobre a garantia. Preste atenção ao prazo de entrega. Tudo o que é ofertado, deve ser cumprido pela loja, sob pena de incorrer em ilícito perante o Código de Defesa do Consumidor.

  1. Não comprar por impulso

Por fim, mas não menos importante, evite realizar compras por impulso, apenas porque achou a oferta imperdível. É exatamente esse o objetivo das lojas: fazer com que as pessoas, tomadas por um sentimento repentino, comprem seus produtos.

Planeje, pesquise e verifique sua compra para evitar arrependimentos, endividamentos desnecessários e problemas futuros.

Assessora: Raquel Piske/Ascom PMT

Arte: PMT

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here