Na sexta-feira, dia 3 de abril, o prefeito Jorge Kruger assinou o Convênio Brasil-Itália para aulas de italiano clássico para o ensino fundamental nas unidades escolares municipais. Assim, Timbó entra para um grupo de municípios, cerca de 25 no estado, que ampliaram a oferta de língua estrangeira, principalmente com o objetivo de valorizar a cultura e a tradição italiana. O convênio foi assinado com o CCI – Centro de Cultura Italiana, de Curitiba, representado pelo seu presidente Domingos José Budel.

Através deste convênio o governo da Itália se compromete em destinar recursos para o ensino da língua italiana aos alunos das escolas municipais, através do Consulado  Geral da Itália de Curitiba, pelo seu cônsul-geral, Raffaele Festa e representado em nossa região do Vale do Itajaí pela timboense, Norma Maria Da Rui, correspondente consular.

Para o prefeito Jorge Kruger, os bons projetos precisam ser tocados adiante. “Estamos atravessando um momento difícil com toda essa crise do coronavírus, mas não podemos parar os bons projetos, principalmente quando falamos em agregar mais ensino e cultura em nossas escolas, com benefícios direto ao futuro de nossos alunos”.

Segundo Norma, inicialmente precisará ser feita a formação dos professores de italiano, que devem ser selecionados anteriormente pela Secretaria Municipal de Educação, caso o município não tenha profissionais capacitados para exercer a função. “Após esta etapa concluída iniciaremos as aulas propriamente ditas nas escolas municipais de Timbó”. Ainda não há uma data definida para o início das aulas de italiano, até que todo este processo de escolha e treinamento dos professores terminar.

O Objetivo do curso é fornecer ao professor e aos alunos de italiano uma linguagem clara, com os assuntos que lhe são familiares, com temas abordados no trabalho, na escola e nos momentos de lazer. Os alunos devem assim ser capazes de produzir um discurso simples e coerente sobre os assuntos que lhes são familiares ou de interesse pessoal; de descrever experiências, eventos, sonhos, esperanças e ambições.

“O ensino da língua italiana, no momento atual que o mundo atravessa, reforça ainda mais os laços entre Brasil e Itália, iniciados pelos nossos antepassados há mais de 145 anos e mantidos ainda hoje em boa parte da nossa região”.

Os materiais didáticos utilizados pelos alunos das escolas públicas municipais serão todos disponibilizados pelo CCI, assegurados financeiramente pelo governo italiano. A língua italiana ensinada aos alunos é a mesma que atualmente é falada em todas as regiões da Itália.

Mais de 25 cidades do estado de SC já tem aulas de italiano em suas escolas municipais através deste convênio, como por exemplo Rio dos Cedros, Dr. Pedrinho, Nova Veneza, Rio do Sul, Joinville, Guaramirim, Taió, Botuverá, Urussanga entre outras.

 

Assessor: Sócrates Prado

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here