De 3 a 6 de maio, 1660 bailarinos de 40 cidades do Sul do país irão circular por Timbó. O número é recorde em todas as 18 edições do Festival de Dança de Timbó, que acontece no Pavilhão de Eventos Henry Paul. Ao todo, 52 grupos se inscreveram para participar de mostras e competições, divididos em seis modalidades:  Balé Clássico de Repertório, Balé Clássico, Dança Contemporânea, Jazz, Dança de Rua e Estilo Livre.

De acordo com o presidente da Fundação Cultural de Timbó, Jorge Ferreira, a participação dos bailarinos tem crescido exponencialmente ao longo do tempo. “O Festival de Dança de Timbó tem projetado a cada ano o nome da nossa cidade a nível nacional e internacional, entre as grandes competições mundiais da dança”. Ferreira explica que em 2018 o Festival de Dança de Timbó tem um motivo a mais a comemorar. “Este ano celebramos os vinte anos do movimento de dança na cidade, com 18 edições do Festival”, comenta.

A abertura oficial do 18ª Festival de Dança de Timbó está marcada para dia 3, quinta-feira, às 19h, com mostras não competitivas.  Já na sexta e sábado, dias 04 e 05, é a vez das apresentações competitivas. No domingo, dia 06, o Festival de Dança de Timbó será palco, mais uma vez, da seletiva para o Festival Internacional de Hip Hop, que acontece em Curitiba no mês de julho. Nos quatro dias, o evento terá início às 19h.

Os ingressos estarão à venda na sede da Fundação Cultural de Timbó (anexo ao Parque Central) a partir do dia 30, no valor de R$ 30 cadeira VIP, R$ 15 cadeira normal e R$ 7,50 meia-entrada.

A comissão julgadora, responsável pela escolha dos vencedores que receberão mais de R$ 5 mil em prêmios, será formada por Eliane Fetzer, Juliana Kis e Denys Nevidomyy. Saiba mais sobre cada um deles:

Eliane Fetzer

Natural do Rio Grande do Sul, formou-se em Dança na PUC/PR. Pós Graduada em Dança e Educação Física pelo ISEP PR, coordenou a escola Studio Corpo Livre Dança durante 15 anos, com destaque nas modalidades Jazz e Dança Contemporânea. Seus trabalhos têm a característica marcante de apresentar bailarinos fortes e ágeis, mas com muita consciência corporal. Com estes fundamentos, criou, em 2000, a Cia Eliane Fetzer na procura de intensificar a dança contemporânea em Curitiba e no Estado do Paraná. Em 2007, fundou sua própria escola de dança, o Centro de Dança Eliane Fetzer, e hoje se destaca como uma das coreógrafas mais originais da dança no Paraná. Além de diretora e coreógrafa da Cia Eliane Fetzer, divide-se com as mesmas funções na EF Jazz Company, onde desenvolve seu trabalho na modalidade Jazz. Como coreógrafa, Eliane acumula mais de 120 trabalhos premiados em Festivais de Dança, e em 2012 conquistou a Medalha de Ouro na Jump Dance Convention, New York – USA, com o trabalho coreográfico Esperando Charllie. Em 2013 ganhou o primeiro lugar com a coreografia Quando a Alma Encontra.

Juliana Kis

Graduada em Bacharelado em Educação Física pela PUC-PR e em Tecnologia em Marketing pela FAE Centro Universitário, é bailarina desde 1996 e integrou a Cia de dança Heart Company desde 2005, dirigida por Octávio Nassur. Integrou o núcleo de pesquisa em dança contemporânea, IMP (Investigação do Movimento Particular), de 2009 a 2012, direção: Juliana Adur. Tem experiência na área de dança, com ênfase em danças urbanas e dança contemporânea. Idealizadora, diretora artística e uma das coreógrafas do Brainstorm Dance Company, grupo que vem ganhando destaque no cenário das danças urbanas, foi finalista da competição “Batalha no Salto”, realizada pela Rede Globo no TV Xuxa, vencedora do “Concurso Rock in Rio Street Dance”, nas etapas Nacional e Internacional, além disso, foi grupo convidado para a abertura do Rio Hip Hop Kemp (Rio de Janeiro-RJ) e Festival Internacional de Hip Hop (Curitiba-PR) em 2014. Premiado como melhor grupo no Festival de Culturas Urbanas de São José-SC, com o trabalho coreográfico “Onirismo”, 2014. Participou da organização e produção do 4º ao 9º Festival Internacional de Hip Hop. (Curitiba-PR), do 1º Dance & Concept Entertainment. (Curitiba-PR) e do XVIII Festival de Dança de Joaçaba. Equipe: Dance & Concept.

Denys Nevidomyy

Natural de Kiev, Ucrânia, com formação acadêmica pela Escola Coreográfica Estatal de Kiev diplomado pelo Profº Vladimir Denicenko (1981 – 1989) com especialização técnica em Ballet. Experiência Profissional: Em Kiev, foi  bailarino na Companhia de Dança Mazltov (1989 – 1990) e Bailarino-solista do Teatro Nacional da Ópera de Kiev (1990 – 1999);

No Brasil: Fez parte do projeto social Em Cena – Arte e Cidadania, em Recife– PE, como professor de dança clássica (1999); Faz parte do corpo docente da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil – ETBB ministrando as disciplinas de Dança Clássica, Pas de Deux e Repertório (2000 – 2010/ 2011-2018). Além disso, participou de turnês de balés realizadas como “O Quebra Nozes”, “O Lago dos Cisnes”, “Romeu e Julieta”, “Spartacus”, “La Bayadere”, “Lenda do Amor”, entre outros com o Teatro Nacional da Ópera de Kiev em países como: Canadá, EUA, Espanha, Portugal, Suíça, Alemanha, Itália, entre outros países. No Brasil, como professor ensaiador, viajou com a Escola do Teatro Bolshoi para várias cidades brasileiras (2001- 2016), bem como para a Alemanha (2003). Participou do estágio para professores no Teatro Bolshoi e na Academia de Ballet Bolshoi em Moscou, oferecido pela Instituição ETBB (2004). 

Possui ainda atuação em cursos e nos Festivais de Dança: — Curso sobre o método Vaganova realizado na Academia Especial – São Paulo  (2005/2006/2010); – Curso de Dança na Cia de Dança Ana Unger – Belém/ PA (2007); – X Festival Mato-grossense, como jurado (2008) – Rondonópolis/ MT; – Festival de Dança de Joinville (2008/2009/2010/2012-2015 ); – Ballance Festival, como jurado (2008) e como professor (2010) – Camaçari/ BA;  – Curso de Férias no grande ABC realizado em Santo André/SP (jan/2011); – Workshop na “Escola Ballet Helly Batista” – Teresina/ PI (2013); – I Curso de Verão de Danças Clássicas do Pará – Belém/ PA(2013) e Сurso de Férias “Mostra Dança” realizado em São Paulo  em Janeiro dos anos de 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016.

Assessoria de Comunicação

Foto: Diego Mengarda

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here