A partir do dia 11 de outubro, quinta-feira, o Museu do Imigrante de Timbó passa a apresentar aos seus visitantes a exposição “Timbó pelos timboenses”. A exposição irá acontecer na Galeria Max Hartmann, e é aberta a contribuições da comunidade. “O objetivo é proporcionar aos timboenses uma oportunidade para compartilhar as suas memórias da cidade, que muitas vezes permanecem guardadas em caixas, álbuns, armários e sótãos”, explicou o presidente da Fundação Cultural de Timbó, Jorge Ferreira.

As pessoas interessadas em participar da exposição devem encaminhar imagens e informações de seus pertences, peças que remetam ao passado de Timbó, para o Museu até o dia 30 de novembro. A equipe do Museu do Imigrante receberá os materiais através da página no Facebook (@museudoimigrantedetimbo), no Instagram (@museudoimigrante) ou através do e-mail: museudoimigrante@culturatimbo.com.br.

Em 2018 o Museu do Imigrante de Timbó completou 15 anos, e se prepara comemorar o sesquicentenário de Timbó, que acontece em 2019. “A ideia é abrir um espaço para que a comunidade traga algumas de suas memórias como forma de dar início as comemorações dos 150 anos de Timbó no Museu do Imigrante”, destacou.

A exposição “Timbó pelos timboenses” inicia com acervo de fotos, livros e outros objetos pertencentes ao Sr. Curt Donner, Pastor Nelso Weingärtner, Sra. Elke L. Kegel Uhlmann, Sra. Marley Kienen, Thapyoka Bar e Boate e Sociedade Recreativa e Cultural Timbó.

Conheça um pouco da história do Museu do Imigrante

O Museu do Imigrante está situado na casa conhecida como “Solar dos Benz”. O imóvel foi construído por volta de 1890 por Christian Benz, sogro de Frederico Donner, e que fez parte do início da colonização desta área que mais tarde se tornaria a cidade de Timbó. Ingo Germer, descendente de Christian Benz, tornou esta casa patrimônio público tombado e protegido pelas leis do município quando foi prefeito no ano de 1988. Em 2003 a casa “Solar dos Benz” passou a abrigar o Museu do Imigrante de Timbó que, desde então, vem trabalhando pela manutenção e preservação da memória e história da comunidade timboense.

O Museu do Imigrante de Timbó fica localizado no Complexo Turístico Jardim do imigrante, ao lado do restaurante da Thapyoka, na Avenida Getúlio Vargas, nº 211, Centro de Timbó.

O horário de atendimento é de terça-feira a domingo, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. A entrada custa R$ 2,00, professores e estudantes pagam meia-entrada (necessária apresentação de documento), e pessoas com mais de 60 ou menos de 6 anos de idade não pagam, assim como grupos de escolas e entidades do município de Timbó.

Mais informações e agendamentos pelo telefone (47) 3382-9458, e email: museudoimigrante@culturatimbo.com.br.

Assessoria de Comunicação

Foto: Everton de Vargas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here