No dia 12 de julho faleceu uma mulher de 71 anos com comorbidades. Ela residia no Bairro Quintino e estava na lista de suspeitos com Coronavírus (Covid-19), após ter realizado a coleta para o exame no dia 10 de julho. O resultado positivo para Covid-19, entretanto, chegou ontem, dia 13, o que a colocaria em tratamento. No atestado de óbito consta como causa morte parada respiratória (infarto agudo do miocárdio em decorrência do Mal de Parkinson).

De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Timbó, Sabrina Grassi, conforme protocolo do Ministério da Saúde, nestes casos, mesmo que o atestado de óbito deu a causa morte para outra doença, é registrado no sistema do Estado como morte por Covid-19. Em nota a Secretaria de Saúde, bem como a Prefeitura de Timbó, prestaram condolências à familiares e amigos.

Desde o início da pandemia por Coronavírus na cidade, a Prefeitura de Timbó, junto aos órgãos de Saúde, tem trabalhado de forma transparente através de decretos, campanhas e ações que visem a conscientização e prevenção da comunidade. Da mesma forma, também prioriza os atendimentos em todas as áreas da Saúde.

Conforme o secretário de Saúde de Timbó, Alfredo João Berri, o aumento no número de casos registrado já era esperado, porque houve também o aumento no número testes. Somente ontem (segunda-feira) foram realizados 51 testes na nova estrutura do Centro de Atendimento para o Enfretamento à Covid-19, preparado para receber os pacientes encaminhados pelas Unidade de Saúde, no local onde fica o Núcleo de Educação Infantil Beija-Flor, no Centro. “Reforçamos a importância de manter o isolamento social, usar máscara e seguir todas as medidas de prevenção e higienização”, frisa o secretário.

Assessor: Sócrates Prado/Ascom PMT

Foto: R2

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here