JASC devem injetar mais de 15 milhões na economia local

26

Nos 10 dias de competições da etapa estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em Timbó, Pomerode e Indaial cerca de 7.300 pessoas envolvidas diretamente com a competição circularão nos municípios-sede. Entre os atletas os números chegam a 4.800 participantes mais cerca de 2.500 profissionais envolvidos com o evento. E há ainda o universo de 14 mil pessoas envolvidas indiretamente com os Jogos. A estimativa dos organizadores dos Jasc, baseada nas edições anteriores, é que o evento injetará na economia local mais de 15 milhões de reais.

Para Tatiana Honczaryk, proprietária do Parque Hotel Timbó e presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SIHORBS), que abrange 41 municípios do Vale Europeu, um evento como os Jasc é muito importante para a região.

“Fico muito feliz com a vinda dos Jasc para cá, pois eles movimentam não somente Timbó e sim a nossa região inteira. Beneficia os hotéis, farmácias e lojas, enfim, todo o comércio. Para nós está sendo muito bom, Já que nossos 158 leitos estão praticamente lotados em todos os dez dias. Em algumas datas não há mais vagas”, enfatiza a empresária.

David Shutze, proprietário do Schütze Supermercado, em Timbó, destaca que, com a realização dos Jasc, todos ganham. “Não há dúvida que um evento desta magnitude é importante, pois além do esporte como fator de inclusão social toda a parte da economia local se beneficia com os Jogos. São cerca de 14 mil pessoas envolvidas indiretamente com os Jasc nos três municípios que sediam as competições. Ou seja, não há dúvida que os Jasc auxiliam na economia de forma muito contundente, pois me lembro que em 2004, quando o evento foi realizado aqui, isso ocorreu”.

Para Elias Maciel, chefe de cozinha do Schütze Restaurante, os Jasc são importantes para fortalecer a economia local e permitir que sejam mantidos na cidade bons restaurantes como o  Schütze. “O evento proporciona a oportunidade em poder manter um restaurante como o nosso, com uma variedade de cardápio que vai desde a gastronomia brasileira à francesa e com os Jasc as pessoas têm vindo nos prestigiar e isso tem feito a diferença”, conclui Maciel.

Quem também elogia a competição como fator de aquecimento da economia local é Gessner Jr., presidente do Clube de Diretores Lojistas (CDL) de Timbó. “Os Jasc vêm incrementar de forma significativa nosso comércio, principalmente bares e restaurantes. Fico muito feliz que ele seja sediado em três municípios da região. Farmácia, lojas, hotéis, todos ganham”, finalizou Gessner.

O prefeito de Timbó, Jorge Kruger, disse que é um momento único para Indaial, Pomerode e Timbó. “Além de ganharmos nessa injeção de moeda na economia, também apostamos que o turismo dos três municípios atrairá mais visitantes no futuro que voltarão para conhecer melhor nossos pontos turísticos, nossa hospitalidade e a cultura”.

A etapa estadual dos Jasc, realizados de 1 a 10 de novembro em Timbó, Indaial e Pomerode, é uma realização do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios-sede.

Assessores: Antônio Prado/Ascom Fesporte e Sócrates Prado/Ascom PMT

Foto: Waldemar Neto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here