Nessa quarta-feira, 16 de março, o SAMAE recebeu a visita da Agência Intermunicipal de Regulação do Médio Vale do Itajaí (AGIR), representada pelo gerente de Estudos Econômico-Financeiros, André Domingos Goetzinge, e uma comitiva da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento Básico de Minas Gerais (ARISB-MG), representada pelos analistas Júlio César Gomes da Silva Rufino, Douglas Spíndola de Almeida e Mirene Augusta de Andrade Moraes.

Eles foram recebidos pelo coordenador do Setor Técnico do SAMAE, Rodrigo Catafesta Francisco, e a estagiária Maike Letícia Link, que realizaram uma apresentação voltada aos seguintes temas:

  • Plano Municipal de Saneamento Básico de Timbó;
  • As metodologias utilizadas para a cobrança da Taxa de Lixo e da Tarifa Básica Operacional (TBO) para o abastecimento de água;
  • Programas de educação ambiental organizados em parceria com o Grupo Intersetorial de Educação Ambiental (GIEA);
  • Ações realizadas pelo SAMAE e o Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI) na gestão dos resíduos sólidos.

“O SAMAE Timbó, para nós, é uma autarquia modelo, principalmente no que diz respeito a parte de estudos e análises técnicas, que garantem a transparência dos dados apresentados e propõem soluções para melhorar, cada vez mais, a eficiência e eficácia dos serviços. É uma forma de atuação diferente das que costumamos ver, mas que tem demonstrado resultados satisfatórios, justos e transparentes, tanto à autarquia quanto à comunidade, o que é não é fácil de alcançar”, afirma André.

Mirene destaca que a ARISB está iniciando o processo fiscalizatório de resíduos sólidos e, em parceria com a AGIR, que já possui experiência nessa atuação, marcaram a visitação para planejar os próximos passos, tendo o SAMAE Timbó como referência na prestação desse serviço.

“Fiquei muito surpreendida com as ações que são realizadas no município, principalmente no que diz respeito à Educação Ambiental, assim como meus colegas. Para garantir que aconteça uma boa gestão de resíduos sólidos é preciso passar por um bom planejamento, então essa visitação somou muito na nossa pesquisa. Sem dúvida, o SAMAE está no caminho certo”, destaca.

“Ficamos extremamente felizes de ver o trabalho do SAMAE Timbó ser reconhecido a nível nacional. As agências reguladoras fiscalizam as ações e contas dos prestadores dos serviços públicos de água, esgoto e coleta de lixo. Agora, a gestão e os estudos realizados pelo SAMAE tornaram-se modelos de boas práticas, transparência e eficiência, tanto na nossa região como também para outros Estados brasileiros”, complementa Rodrigo.

Outros assuntos abordados foram:

  • A estrutura e funcionalidade na área da coleta de resíduos orgânicos e recicláveis;
  • O Ecoponto, que possui importante relevância na atuação da educação ambiental e serviço social do município. Foi o primeiro espaço projetado nesse sentido na região do Médio Vale do Itajaí e se tornou case de sucesso no Congresso Internacional Cidades Lixo Zero, que aconteceu em Brasília no ano passado.

Assessora: Aline Brehmer/SAMAE Timbó

Foto: Aline Brehmer/SAMAE Timbó

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here