A Secretaria de Saúde de Timbó divulgou o balanço referente aos testes rápidos feitos em 2017. Ao todo, no último ano, 10.335 testes rápidos para HIV, Sífilis, Hepatite B e C foram realizados pelas enfermeiras nas Unidades de Saúde da Família e na Policlínica de Referências de Timbó. Os testes são gratuitos e ficam prontos em aproximadamente 30 minutos.

Do total de exames coletados em 2017, 2.690 foram de HIV, 2.471 testes de Sífilis, 2.634 de Hepatite B e 2.540 testes de Hepatite C. Destes, 29 pessoas foram diagnosticas com HIV, 47 pessoas com Sífilis e 1 pessoas com Hepatite B.

Grasiele Campregher, Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, explica que os testes rápidos são fornecidos pelo Ministério da Saúde desde 2014 e facilitam o diagnóstico precoce dessas doenças, principalmente por não exigirem que o material coletado seja encaminhado para uma rede laboratorial. “Os testes rápidos são muito mais acessíveis. Por exemplo, o paciente não precisa de requisição médica ou jejum para fazer os exames. Basta levar um documento com foto e cartão nacional do SUS”, ressalta Grasiele. Os testes podem ser agendados diretamente nas Unidades de Saúde.

Quem deve fazer o teste?

·         Toda pessoa que teve alguma relação sexual sem usar camisinha.

·         Quem compartilhou seringas, agulhas ou materiais perfurocortantes não esterilizados (alicates de unha ou lâminas de barbear).

·         Quem recebeu sangue antes de 1992.

 

Assessoria de Comunicação

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here